As genealogias do Génesis

Artigos Cristãos Traduzidos

Registos históricos com profundo significado teológico

Muitas pessoas vivas hoje não acreditam que as genealogias em Génesis 5 e 11 apresentam a história real. Além disso, muitos cristãos professos não acreditam que essas genealogias contenham uma sequência completa (sem lacunas) das gerações de Adão a Abraão. Por exemplo, num artigo que apareceu no site do BioLogos em julho (2021), Richard Middleton afirmou: “Seria um erro usar genealogias na história primitiva (Génesis 1-11) para calcular a idade de a terra ou a raça humana. ”1 Ele afirma que ler as genealogias de Génesis dessa maneira impõe expectativas modernas de precisão sobre um texto antigo que foi escrito para propósitos diferentes. Mas pelo contrário, são os estudiosos atuais (como Middleton) que impõem interpretações modernas ao texto antigo. Antigos estudiosos judeus e essencialmente todos os estudiosos cristãos antes de meados do século 19 entenderam que essas genealogias apresentavam uma lista completa dos nomes…

View original post 3,635 more words

HAMÃ: O espírito de AMALEQUE

Rainha Ester

haman.png

Hamã era filho de Hamedata, o “agagita”, sendo assim da realeza amalequita, fato que explica o ódio que sentia pelos judeus. Era servo do Rei Assuero, da Pérsia, e tornou-se primeiro-ministro do Império Persa. Tramou a destruição de Mordecai e de todos os judeus no império, retratando-os como indesejáveis e violadores da lei. Orgulhoso e soberbo foi humilhado e desmascarado pela Rainha Ester em um banquete oferecido ao Rei. Morreu na forca que havia preparado para pendurar Mordecai.

Hamã manifestava as características dos amalequitas. Possuía um ódio assassino aos judeus, mostrando um espírito orgulhoso, altivo, egoístico, com extremo ciúme e inveja de outros. Praticava a mentira, o engano e mostrou-se medroso quando seus planos foram frustrados.

Os amalequitas foram “o primeiro povo” que atacou os israelitas, sem provocação prévia, quando eles saíam do cativeiro do Egito rumo à Terra Prometida, em Refidim, perto do monte…

View original post 536 more words